Machupicchu Pueblo / Peru

Machupicchu Pueblo: O caminho para as ruínas da Cidade Perdida dos Incas

Também conhecida como Águas Calientes, Machupicchu Pueblo é a cidade peruana localizada às margens do Rio Urubamba mais próxima das ruínas de Machu Picchu.  Conhecida e procurada mundialmente por esta característica de acessibilidade, Machupicchu Pueblo recebe turistas das mais diversas nacionalidades, o que vem ajudando a incrementar com o passar dos anos a sua oferta hoteleira e de alimentação, principalmente após Machu Picchu ter sido eleita como uma das 7  Maravilhas do Mundo Moderno.  Além disso, em Machupicchu Pueblo é possível encontrar inúmeras fontes de águas termais, o que anteriormente dava o nome de “Águas Calientes” ao local.

Diferente da maioria dos vilarejos peruanos, a Cidade de Machupicchu Pueblo não possui construções típicas dos Incas.  As primeiras famílias chegaram à região em 1901 e somente na década de 1920, quando serviu de hospedagem à construção da ferrovia, é que passou a encontrar movimento.  O vilarejo é ponto final das linhas de trem da região e atualmente atende às operadora ferroviárias IncaRail e PeruRail.

Encantamento cultural, simplicidade e banhos termais: Machupicchu Pueblo é um lugar para quem deseja entrar em contato com tradição, espiritualidade, gastronomia e relaxamento

A pequena cidade é divida em três ruas principais: a rua paralela à linha do trem, a que acompanha o Rio Águas Calientes e a Avenida Pachacutec, onde se encontram os principais restaurantes e a vida noturna de Machupicchu Pueblo.  Do outro lado do rio há um mercado artesanal onde estão muitas barracas com artesanatos típicos da região.  Através da rua que acompanha o trem, chega-se ao caminho para Machu Picchu.  Já a rua do Rio Águas Calientes, leva aos banhos de águas termais.

Nos Banos Termales de Machupicchu Pueblo há aproximadamente sete piscinas.  A tonalidade escura e turva das águas é consequência do cascalho contido no fundo.  Já o seu forte odor se dá pela presença de minerais vulcânicos, como o enxofre.  Os banhos de águas termais são ideais para quem busca por relaxamento em um ambiente belo e agradável.

Há variadas opções de restaurantes contando com pratos típicos locais e ítalo-peruanos.  Entre os pratos principais encontrados na cidade estão o ceviche, o espetinho de carne de alpaca, o cuy ao forno (porquinho da índia assado), a sopa criolla (com carne, leite, cebola, alho, pimenta, pão e orégano), a sopa de camarões do rio (chupe de camarones), o rocoto relleno (pimentão picante recheado) e muitas outras especialidades que estão em voga devido à crescente da culinária peruana no cenário mundial.

Dormir em Machupicchu Pueblo é estratégia indispensável para contemplar o nascer do sol de dentro das ruínas de Machu Picchu

Machupicchu Pueblo é um local animado, colorido e alegre, além de ser uma localização estratégica para os visitantes que desejam chegar mais cedo às ruínas de Machu Picchu, ao ponto de ver o sol nascer de lá de cima.  Os ônibus começam a subir para Machu Picchu ainda na madrugada, antes da chegada dos primeiros trens que trazem turistas que não dormiram na cidade.  Assim, quem se hospeda em Machupicchu Pueblo, tem o privilégio de chegar às ruínas antes e contemplar um cenário mais limpo de visitantes e melhor para fotos, além de vivenciar a inesquecível experiência de ver o sol nascer de lá de cima.

As ruínas de Machu Picchu estão localizadas a 6 km do centro da cidade, no vale do Rio Urubamba.  A montanha principal é circundada por várias outras, trazendo a atmosfera característica do local.  As montanhas da região fazem parte da formação típica da Cordilheira Central dos Andes.  Há muito o que se falar sobre Machu Picchu, mas com certeza o barato dessa visita é ouvir suas histórias e lendas diretamente da vasta vivência e experiência dos guias locais.

Entre as principais construções da Cidade Perida de Machu Picchu estão o Templo do Sol, utilizado em cerimônias de solstício de verão, a Rocha Sagrada Inca, fincada em um amplo pedestal e indicando o extremo norte da cidade e o grupo das Três Portas, formado por Kanchas – termo utilizada para referir-se às construções típicas Inca que abrigavam três ou mais estruturas retangulares dispostas em um padrão simétrico no pátio central de suas cidades.  Não diferente, as portas desse grupo dão para o centro de Machu Picchu e todas elas possuem o mesmo formato.

Na Cidadela de Machu Picchu, como é chamada pelos locais, há duas áreas principais:  a área agrícola, onde estão os grandes e famosos terraços da Cidade Inca e, também, a área urbana, onde estão os templos e praças.  As construções localizadas próximas e dentro de Machu Picchu evidenciam a capacidade e excelência arquitetônica Inca, fazendo dela um dos símbolos mais importantes de todo o Império.

Machu Picchu: Patrimônio Universal da UNESCO e uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno…

Machu Picchu foi descoberta tardiamente, por volta de 1911, quando o arqueólogo Hiram Bingham, com a ajuda de um agricultor local, encontrou as ruínas no topo da velha montanha.  Posteriormente foi declarada Patrimônio Universal da UNESCO e mais recentemente, uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Para quem deseja conhecer a Cidade Perdida dos Incas, Machupicchu Pueblo é o povoado que fornecerá as maiores possibilidades de melhor desfrutar das maiores ruínas do Império Inca, com a calma e a paciência que a visita merece.  Além disso, é uma cidade agradável, com variadas opções aos turistas e capaz de proporcionar lembranças inesquecíveis aos seus visitantes.

 

 

Fale com o Guto

Tem dúvidas ou quer alguma dica sobre Machupicchu Pueblo? Deixe sua pergunta que o Guto responde!

Guto Prior é turismólogo por paixão e viajante por opção, sócio-fundador da UP Turismo e blogueiro em www.vocenaviagem.com.br.

Pacote de 5 noites para Machupicchu Pueblo - 01/04 a 06/04

Itens incluídos

  • 05 noites de hospedagem com café da manhã
    (1 noite em Lima / 3 noites em Cusco / 1 noite em Machupicchu Pueblo);
  • Traslados de chegada e saída em Lima, Cusco e Machupicchu Pueblo;
  • City Tour em Cusco + 4 ruínas;
  • Tour a Machu Picchu em Trem Vistadome + ascensão + tkt de entrada + guia local;
  • 1 almoço em Machupicchu Pueblo;
  • Seguro de Assistência ao viajante internacional (consulte condições);

Itens não incluídos

  • Refeições não inclusas na hospedagem;
  • Qualquer item não mencionado;
  • Extras de caráter pessoal;

Roteiro para Machupicchu Pueblo

1 Dia – Brasil / Lima
Assistência no aeroporto para embarque com destino a Lima, munidos de documentação exigida. Chegada, recepção e traslado ao hotel. Restante do dia livre. (Bilhete aéreo não incluído)

2 Dia – Lima / Cusco
Café da manhã no hotel. Em horário combinado, traslado ao aeroporto para embarque com destino à cidade de Cusco. Chegada, recepção e traslado ao hotel. Restante do dia livre. Recomendamos o tempo livre para descansar e adaptar-se ao clima da cidade. Aproveite para provar o famoso mate de coca. (Ticket Aéreo não incluído).

3 Dia – Cusco
Café da manhã no hotel. Em horário combinado, saída para visitar as ruinas circunvizinhas de Sacsayhuaman, Qenqo, Tambomachay, Puca Púcara, ruinas sagradas que irradiam paz e tranquilidade para pessoas que buscam o misticismo envolvido nos segredos das histórias Incas. Retorno à cidade para almoço (não incluso). À tarde visita panorâmica pela cidade, mercado de San Pedro, Templo de Korikancha, Monastério de Santo Domingo, San Blas,o bairro dos artesões. Seguiremos a Praça de Armas para visitar a Catedral que possui obras coloniais de incrível valor. Noite livre.

4 Dia – Cusco / Águas Calientes / Machu Picchu
Café da manhã e check out no hotel. Traslado a estação ferroviária para viagem com destino a estação de Águas Calientes, para visita de dia inteiro ao complexo arqueológico de Machu Picchu. No trajeto da viagem de trem, com duração de 3 horas, desfrutaremos das mais belas paisagens peruanas pelas margens de rio Urubamba, Ao desembarcar do trem, nossos coordenadores serão encarregados de transportar as malas ao hotel predeterminado para seguirmos nosso trajeto de ônibus com duração de aproximadamente 30 minutos para a subida até o alto da montanha, onde se encontra Machu Picchu, conhecida também como “A Cidade perdida dos Incas”. Daremos início à excursão pela fascinante cidadela de Machu Picchu com visita guiada. Conheceremos toda sua história e seus encantos, desde o corte das pedras que guardam os segredos das técnicas usadas pelos nativos até seu descobrimento por Hiram Bingham (explorador norte-americano que fez a descoberta em 1911). Retornaremos a Águas Calientes para um delicioso almoço típico da região. Chegada, recepção e hospedagem no hotel. Restante do dia livre.

5 Dia – Águas Calientes / Cusco
Café da manhã no hotel. Manhã livre. Sugerimos uma caminhada para conhecer o povoado de Aguas Calientes, cidade que possui agradáveis piscinas naturais, também conhecidas por suas propriedades medicinais chamados de Baños Termales (banhos termais). À tarde, traslado a estação de trem para retorno a Cusco. Chegada, recepção e hospedagem.

6 Dia – Cusco / Lima / Brasil
Café da manhã no hotel. Em horário combinado, traslado ao aeroporto de Cusco para embarque com destino ao Brasil com conexão em Lima. Chegada e fim de nossos serviços. (Bilhete aéreo não incluído)

Dicas de viagem para Machupicchu Pueblo

  • Machupicchu Pueblo é uma cidade muito pequena e com uma oferta de leitos limitada ao seu tamanho. Faça sua reserva de hospedagem com antecedência, principalmente nos meses de junho, julho e agosto.
  • Para chegar a Machupicchu Pueblo é preciso comprar um ticket de trem (ida/volta) que pode ter como partida a Cidade de Cusco ou Ollantaytambo. Existem 2 Cias de Trem e vários tipos de cabines e assentos, além de pontos de embarque e desembarque. Procure por nós e vamos montar a melhor opção de trajeto para você.
  • Existe bem na saída da estação de trem uma grandiosa feira de "artesanatos" locais. Coloquei entre aspas pois infelizmente muitos desses produtos já são industrializados e feitos em larga escala. Isso não tira o brilho das peças. Mas o que realmente importa aqui é: negocie! Nunca pague o primeiro preço que lhe for dito e, se o vendedor(a) se mostrar irredutível, procure a barraca ao lado. Justamente pelo fato da produção ser feita em larga escala para dar conta da demanda, as peças vendidas numa barraca têm igual exemplares em muitas outras.
  • Evite fazer o famoso "bate e volta" à Machu Picchu. Uma viagem como essa, que provavelmente você nunca mais repetirá na vida, merece calma e atenção.
  • Hospede-se uma noite em Machupicchu Pueblo para poder subir às ruínas ainda pela madrugada e ver o sol nascer de lá de dentro. Eu garanto que é inesquecível e vai mexer com suas emoções.
  • Machupicchu Pueblo é encravada nas montanhas da região, o que faz com que a cidade seja formada em quase sua totalidade por ladeiras. Agregue a isto o fato de estar a 2800 msnm (metros sobre o nível do mar) e não tenha dúvidas de que respirar não é tarefa fácil quando se fala em subir ladeiras e escadarias. Com isso, tente se hospedar o mais próximo possível da estação de trem, área plana da cidade.
  • Não tem jeito, para subir às ruínas de Machu Picchu você vai precisar de um ticket de ônibus (ida/volta) + o ticket de entrada à Cidadela.... além de um guia de turismo, claro. De nada via adiantar ir até lá somente para tirar fotos. Um guia é indispensável ao esclarecimento de todos os fatos que ocorreram lá, além da explicação do funcionamento de cada prédio, suas técnicas de construção, rituais e modo de vida. Faça contato com a gente e peça seu orçamento. Temos todos esses serviços para te oferecer.
  • Os tickets que dão acesso às ruínas de Machu Picchu são limitados por dia, devido à necessidade de controlar a quantidade de visitantes de modo a preservar o local. Não deixe para a última hora. Na alta temporada os ingressos podem esgotar com facilidade e isso irá complicar todo o seu roteiro de viagem.
  • Algumas famílias vivem exclusivamente da atividade de tirar fotos com turistas usando suas roupas típicas. Assim, seja consciente e, se for tirar fotos com locais, não deixe de fazer sua contribuição.
  • O turismo vem crescendo um pouco desordenadamente nas cidades que compõem o Vale Sagrado dos Incas. Com isso, tem ficado cada vez mais normal a oferta de serviços e produtos nas ruas. Às vezes se torna até meio chato ser abordado a cada 10 passos. Mas não se engane... não troque dólares, prata ou compre pedras nas ruas. Infelizmente há uma crescente no mercado de produtos falsificados no Peru. Em meio a tudo que te será oferecido, existirá muita pedra sintética, prata e dólares falsos. Busque sempre as lojas credenciadas.
Receba nosso conteúdo especial sobre Machupicchu Pueblo
Quero viajar!Preencha seus dados e nossa equipe entrará em contato